artis: a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9

lirik lagu iron br11 – nal

Loading...

[intro]
hoje eu acordei com…
uma sensação que eu não me encontrava no sitio certo
com uma sensação de que eu sou um estranho
ou as pessoas eram estranhas para mim
só sei que… escutava umas vozes que me diziam para eu voltar
que eu devia procurar mais e saber quem eu sou
que eu devia ir atrás
atrás de——

[brige: iron br11]
fala comigo, falo contigo, fala com xico falo com tico-tico, fala com todos
da vila
avisa, que a mamba pica, o china serve com a xima
vomita se não te ximba, selva divina
armado em spila, arma metrilha
montando as mina em fila
se monto as mina pira, desmonto tua matuna
tempero com minha mapira, segredo ta na mafura
recua a história é minha

[verse: iron br11]
miúdo humilde, depende dos olhos
de quem bem vive ou mesmo dos mortos
queria ser tsotsi, mas não cabe espote
por causa da escosse e nem sou da (south)
a marca da sapatilha dizia
quem tu devia ser nesse mapa
do papá dependia, pegar chapa não queira
falar com nilza tremia, cama molhava de (noite)
tempo p-ssou puto cresceu
tudo mudou romeu morreu
mano mandou obedeceu
orgulho da família
(chega de drama, vamos pra vida real)
preços subiram, peso dos sacos de rancho caíram
falsos sumiram
no trono do povo cuspiram
balas perdidas no trono do povo cuspiram
balas perdidas no peito do alvo certo atiram
os bufos ouviram, não estavam perto é que eles diziam
minta-me minta-me mais invente
josína, tvm, na guerra bem depende
onde se encontra atmosfera
defina reação perante o/a canivete yeah yeah yeah
siga-me siga-me não no insta
quero que me sigas até lá na província
onde há estilo e não swaggie
d-sse pinos não dab’s
fb é o limite da internet

[brige 2: iron br11]
e prosseguimos com o ritual
fedelhos na palhota do quintal
instinto animal, conchas te trouxeram a tribo nal
essa é a bênção das raízes, ouve mfana
e prosseguimos com o ritual
velhos na palhota do quintal
instinto animal, conchas te trouxeram a tribo nal
essa é a bênção das raízes, ouve o que me dizes

[outro: féling capela]
sonha meu rapaz
minha rapariga, minha amiga
o caminho é longo
há sempre uma luz no fundo do túnel
há sempre uma luz yeah
há sempre uma luz
(que iluminará o teu caminho)
(e deixara lindo o teu destino)