lirik.web.id
a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 #

lirik lagu 0800 crew – eoq

Loading...

[intro: marcelo taz]
ao vingativo, rancoroso, malévolo, insano
trapaceiro, ladrão, chantagista, agressor, irritante
desonesto, reclamão, terrível, perverso, indecente
ameaçador, sombrio, desprezível

[verso 1: dé saiyajin]
aí, 0800 crew, teix
o nome é sujo, mas a ficha é mais limpa que o meu banheiro
mais limpa que o histórico do navegador dos bronheiro
pro cê ficar ligeiro e se ligar sem nokia lumia
boto terror no disco com mais faixas que uma múmia
muito grave é o raciocínio, em ritmo aristóteles
sou tão amigo do peito que elas fazem topless
muito grave treme a casa, nos armários pote cai
vai me ouvindo, e quem não quer: igual anúncio no spotify
gritaram: “falta união”, coloquei no mute e
uni todos eles dentro de uma sala de t.i
meu ritmo só aumenta, sem tempo pra quem reduz
insetos sempre vão contra aquilo que emite luz
a tropa confere os fato, aguardando o meu start
-ss-ssino em série, eu mato mais que o george r. r. martin
a tropa confere os fato, aguardando o meu start
-ss-ssino em série, eu mato mais que o george r. r. martin
fechado com oddish, cada rima é um boom
minha tropa deixa as mina babando que nem o gloom
vê de perto e dá um zoom, põe no último volume
os verso tão florido, cada rima é um [?]

[verso 2: teix]
cuspindo tanta rima que se pisa em falso cê patina
não corro à risco, concorro à disco de platina
tão rap god, querem que eu rime de batina
tão agradável, usam de despertador na matina
apoio de quem fecha comigo é o que me arrima
até os gringo me acha gringo, e querem traduzir minha rima
versões em inglês, que é pra não sofrer censura
tocar em todas rádio, o lucro a gente mensura
aumentando o nível lírico do mercado fonográfico
compus duas linha, fui o eixo para por no gráfico
explico como fazer direito, trampo monográfico
linhas tão fodas que parecem pornográfico, mano
eu continuo sendo quem preocupa o seu sogro
e faz sua sogra caprichar na janta
faço sua mina perder o fôlego, hã
eu tô no jogo, então
brigarem pelo pódio não adianta
de curitiba pro brasa, depois new york
ultrap-ssando barreiras sonoras, e o pior que
eu construí tudo isso sem minha tropa de orc
com versos mais confusos que os clipes da björk
poder de wordplay bem feita
é o êxtase de quem tem toc
bagunço pra incomodar, me sinto como hanc-ck
k. dot me mandou uma mensagem no whatsapp
falando: “whatafuck, vem rimar na top dawg”
respondi: “não é possível essa condição escambada
aguarde, quem sabe fazêmo uma colab com a cambada”
essa eu fiz pra p-ssar por cima dos que falam que é rua na rima
mas se nóis tamo no corre eles quer ser a lombada

[verso 3: asiatiko]
y’all, y’all
pra quem veio sugar meu sangue, esse é meu flow de estaca
0800 gangue, nesse show destaca
enquanto as mina pega um bronze, eu tô com gold e plata
transformando o rap game no meu gol de placa
não sou juiz, mas tô no jogo, então eu consto o time
vim expulsar quem [?], sou pique constantine
eu sou o terror da família que cola com as lenda
(a lenda, brother)
e nessa de roubar a cena um dia eu vou falir a broadway
tudo nosso, e no meu ócio eu sou o algum, e aqui
quando rima esquenta tanto quanto conhaque
e quem supõe aqui, veio até conferir
não preciso agredir, só deixo o som ferir
te cobro porque não dô cano, nem de pvc
já apresentei minha banca, é o fim do tcc
pra mentes aprisionadas tô com o pcc
sua rima fede e é pior, mano, que ter cc

[verso 4: chefe tf]
0800
sem permissão eu chego e entro, igual penetra em festa
por qualquer fresta, o que me resta é fazer um som que presta
e se cê detesta rap vai começar a curtir
até sua mãe vai pedir: “filhão, aumenta isso aí”
pode ouvir, mesmo sem querer me escutar
você vai ver que nóis não é tchan, e ninguém vai segurar
cê quer rap pra rebolar, ou que fale de bunda?
eu te desaponto mais que lápis de marca vagabunda
sem as rima de segunda que irrita o seu ouvido
duvido que tenha ouvido algo se quer parecido
entre esse som conhecido só por tocar na fm
mais vendido que a coca, corrompido igual pm
a gente rima sem enfeitar ou jogar confete
entrando na sua orelha mais fundo que um cotonete
eu vou com os fone de ouvido e boné virado pra trás
ando com a calça caindo, o nível da rima jamais
eu não vim pra ser um mito, eu vim pra causar conflitos
escrito vem dos meus free, os teus free vêm dos teus escrito
eu falo o que acredito, o que sinto transformo em rap
minha mente não é pinico pra escutar tulio dek
minha rima amarga pra troxa, doce pra algumas mina
tão doce que elas ouvem e têm que injetar insulina
causa tanta adrenalina que algumas até desmaia
com mais verso na cabeça que grão de areia na praia
ideia pra mim não falta, talvez me falte juízo
nas letra sem prejuízo, a gente emenda no improviso
elevando o compromisso que os deixaram no chão
não preciso nem citar nome, mas esses são vacilão
tira pira, se inspira e conspira enquanto respira
versos a gente transpira, sem ira quando delira
ponho os traíra na mira e atira com ideia que vira
sua mente gira, confira, é sem ziquizira